Resenha — Ruínas de Mínaster


Resenha — Ruínas de Mínaster

Resenha — Ruínas de Mínaster Resenha — Ruínas de Mínaster Distopia e Fantasia, Magia vs Tecnologia. Um universo maravilhoso que a escritora Raianne Vianna criou. Me apaixonei por distopias ao ler Jogos Vorazes e Divergente. Mas Ruínas de Mináster é melhor em inúmeros sentidos. Apresenta muito do que seria uma realidade distópica aqui no Brasil, traz referências mitológicas, e tem um sistema […]


Resenha — Ruínas de Mínaster
Resenha — Ruínas de Mínaster

Resenha — Ruínas de Mínaster

Distopia e Fantasia, Magia vs Tecnologia. Um universo maravilhoso que a escritora Raianne Vianna criou.

Me apaixonei por distopias ao ler Jogos Vorazes e Divergente. Mas Ruínas de Mináster é melhor em inúmeros sentidos. Apresenta muito do que seria uma realidade distópica aqui no Brasil, traz referências mitológicas, e tem um sistema de magia maravilhoso.

Em Ruínas de Mináster nós acompanhamos Cally, uma garota que acaba de fazer 18 anos, e que tem seus planos de trabalhar nas fazendas de Mináster frustrados, quando é recrutada para se tornar cadete do exército de seu reino.

Cally até levaria tudo numa boa, se não fosse o fato de muitos não sobreviverem ao treinamento.

São muitos os conflitos que nossa personagem enfrenta. Ela é perseguida por superiores e por outros alunos que se consideram superiores a ela. Sem contar o treinamento que, realmente, exige muito dela.

Mas com amigos e alguém que se torna especial para Cally, nossa protagonista consegue dar a volta por cima.

Até o plot-twist do livro chegar e te dar um soco na cara.

Quando achei que a história nao teria mais o que acrescentar, um evento novo surge, algo que acaba com nossas emoções. E um baita gancho para eventos do segundo livro, Fissuras de Gelo (você encontra a resenha desse aqui no blog também).

Eu mais assisti do que li as cenas e os cenários do livro. Digo isso porque a descrição é tão perfeita que eu me vi dentro dos lugares incríveis que eram descritos, fosse nas salas de estudo, em Lagos ou florestas.

E as batalhas… ah… as batalhas.

Eu pessoalmente amo cenas de luta. Aceito na boa quando não são bem descritas, se outros aspectos do livro forem bons. Mas Raianne deu uma aula nas lutas desse livro. Fossem entre humanos (com ou sem magia) ou contra as quimeras.

Para quem está em dúvida sobre ler esse livro, faça um favor a si mesmo e comece agora. É um livro maravilhoso.

Para adquirir Ruínas de Mináster, e Fissuras no Gelo, basta acessar estes links:

Se quiser bater um papo sobre folclore brasileiro ou fantasia no gera, aqui estão minhas redes sociais:

Você pode encontrar meus livros na Amazon:

E se quiser conhecer mais do meu trabalho:


Resenha — Ruínas de Mínaster was originally published in Crônicas de Etherion on Medium, where people are continuing the conversation by highlighting and responding to this story.

Rod Zandonadi (eu) é escritor de literatura de fantasia, adora podcasts, ama animes, séries e filmes da Marvel/DC. Sabe que um bom café é fundamental para um dia agradável, de preferência com mel. Além deste site, ele às vezes passa pelo blog do Luís Storyteller e no podcast Bardos de Litfan. Você pode encontrar meus livros na Amazon: https://amzn.to/2JZba8R E se quiser conhecer mais do meu trabalho: Wattpad - https://www.wattpad.com/rodzandonadi Blog Crônicas de Etherion - https://medium.com/cronicas-de-etherion

Contribua com o post