O presente de aniversário de Thalia


O presente de aniversário de Thalia

Percy Jackson, Travis e Connor prepararam um presente de aniversário para Thalia. O problema era que Travis e Connor estavam envolvidos.

O Presente de Aniversário de Thalia

— Vou perguntar mais uma vez, para onde estamos indo e porque tenho que ficar vendada?

— Isso é uma má ideia, Connor — sussurrou Percy, e em voz alta disse: — É uma surpresa Thalia, você vai gostar.

Percy rezou aos deuses, principalmente à Ártemis, Apolo e Poseidon, que ela gostasse. Achou melhor deixar Zeus e Hera de lado, já que o primeiro queria transforma-lo em poeira com seu raio. E a segunda também.

Assim que chegaram ao local ele sussurrou para Travis.

— Cara, é melhor darmos o ingresso do show do Metálica antes. Tenho um mal pressentimento sobre isso.

— Que nada — sussurrou Travis em resposta. — Ela vai amar. Isso vai ajudá-la.

— Verdade — falou Connor — , depois de hoje ela será tão poderosa quanto Jason.

Percy não tinha muita certeza.

Eles chegaram à beira do penhasco.

— Venha por aqui Thalia — disse Connor. — Sente aqui para descansar um pouco.

— Estou precisando mesmo. Andamos muito, e eu mal descansei da última caçada com a senhrora Ártemis e… ei, porque tenho que sentar de pernas abertas.

Percy teve um dejavu, um gosto metálico em sua boca de anos atrás, quando um raio de Thalia o acertou.

— Ah, isso bem… explica pra ela Connor.

— Hum… é… se está desconfortável, vou arrumar aqui pra você, só um segundo…

— Percy, porque você está segurando minhas mãos.

— Na verdade sou eu, Travis.

— Travis, porque… porque prenderam meus pés?

Como Percy temia, Thalia se soltou e empurrou Travis. Por pouco ele não caiu no penhasco. Assim que ela tirou a venda, ficou branca.

— Por Zeus, o que vocês…

Connor se afastou quando prendeu a última tira nos pés de Thalia.

— Agora Percy!

— Que Poseidon me ajude — Percy resmungou.

Como combinado, ele ergueu o chinelo. Thalia olhou para baixo, para a cabra Amalteia. A cabra que alimentou seu pai. Uma cabra que podia voar, e estava parada na beira de um penhasco. Ela olhou para traz e seus olhos foram tomados por faíscas.

— Percy!

Percy não teve coragem. Por mais que os gêmeos de Hermes afirmassem que tirar o medo de altura de Thalia seria o melhor presente de aniversário, ao ver seus olhos, ele jogou o chinelo no chão.

— Me desculpe Thalia, vamos deixar isso pra lá e…

TUMP

Amalteia berrou indiginada. Thalia e Percy olharam para o lado e viram Connor com um estilingue na mão. Antes que pudessem fazer algo, a cabra correu e se lançou no penhasco.

Algumas horas depois…

— Percy, porque está correndo como um louco? — perguntou Annabeth quando viu o namorado correr pelo meio da arena com Travis e Connor.

— Thalia… Thalia perdeu o medo de altura.

— Que ótimo! — gritou Annabeth para o namorado que fugia. — Onde ela está?

Uma sombra passou por cima dela e um raio atingiu o lugar onde Percy estivera segundos antes.

— Você estava certo Percy — berrou Thalia cavalgando uma cabra voadora. — Adorei o presente. Agora fique parado para eu demonstrar minha gratidão.

22 de Dezembro é aniversário de Thalia Grace, uma das semideusas mais poderosas da literatura de fantasia. Parabéns Thalia, são os votos de todos os semideuses e etherianos dessa realidade.

Se você tem gostado dos meus textos sobre Percy Jackson, te convido a conhecer minha fanfic:

Siga-me também nas redes sociais:

Você pode encontrar meus livros na Amazon:

E se quiser conhecer mais do meu trabalho:

Rod Zandonadi (eu) é escritor de literatura de fantasia, adora podcasts, ama animes, séries e filmes da Marvel/DC. Sabe que um bom café é fundamental para um dia agradável, de preferência com mel. Além deste site, ele às vezes passa pelo blog do Luís Storyteller e no podcast Bardos de Litfan. Você pode encontrar meus livros na Amazon: https://amzn.to/2JZba8R E se quiser conhecer mais do meu trabalho: Wattpad - https://www.wattpad.com/rodzandonadi Blog Crônicas de Etherion - https://medium.com/cronicas-de-etherion

Contribua com o post